Header Ads Widget

Objetivo e Estratégia do Mercado de Câmbio para Empresas e Governos

Objetivo e Estratégia do Mercado de Câmbio para Empresas e Governos


Objetivo e Estratégia do Mercado de Câmbio para Empresas e Governos

O gerenciamento eficaz de câmbio exige que você preserve o poder de compra, mantendo-se atualizado sobre quaisquer eventos que afetem as taxas e operando de acordo. Os funcionários do governo administram as reservas cambiais para influenciar a economia local. No nível nacional, taxas de câmbio baixas são ideais para exportadores, enquanto fortes valorizações cambiais beneficiam consumidores com maior poder de compra para importações. A liderança do Tesouro pode gastar moeda nacional para comprar grandes quantidades de moeda estrangeira, o que efetivamente desvaloriza a moeda nacional.

Estratégias de Gestão de Câmbio: Os riscos cambiais incluem lucros cessantes e poder de compra relacionados a movimentos cambiais adversos. Empresários canadenses que detêm reservas de ienes japoneses sofrem quando o iene cai. Alternativamente, os exportadores canadenses perdem nas vendas quando os dólares canadenses se fortalecem e tornam seus produtos mais caros para compradores estrangeiros. Investidores menores que não possuem recursos financeiros para montar empresas multinacionais podem diversificar de acordo com fundos mútuos globais ou internacionais. Ambos os tipos de fundos consistem em uma carteira de títulos de diversos países, minimizando os riscos associados a uma desaceleração econômica ou desvalorização da moeda em qualquer país.

O valor da moeda de um país depende se é um "float livre" ou "float fixo". Moedas flutuantes são aquelas cujo valor relativo é determinado por forças de livre mercado, como relações de oferta e demanda. Um float fixo é onde o órgão de governo de um país define o valor relativo de sua moeda em relação a outras moedas, geralmente atrelando-a a algum padrão. Moedas flutuantes incluem o dólar americano, iene japonês e libra esterlina, enquanto exemplos de moedas flutuantes fixas incluem o yuan chinês e a rúpia indiana. Estabelecer essa relação (preço) para os mercados globais é a principal função do mercado de câmbio. Isso também aumenta muito a liquidez em todos os outros mercados financeiros, o que é fundamental para a estabilidade geral.

As transações de câmbio são centrais para o comércio global. O mercado de câmbio é a rede de cidadãos privados, corporações e funcionários do governo que negociam moedas estrangeiras entre si. Além de coordenar os pagamentos, as taxas de câmbio e os mercados funcionam como principais indicadores econômicos. Investidores e instituições analisam essas tendências do mercado de câmbio para criar riqueza e gerenciar riscos.

O Mercado de Câmbio e os Benefícios de Usar Forex

Como o mercado está aberto 24 horas por dia, você pode negociar a qualquer hora do dia, o que significa que não há horário limite para poder participar do mercado. Além de ter menos regras, o que significa que os investidores não seguem os padrões ou regulamentos rígidos encontrados em outros mercados. E não terá que pagar as taxas ou  comissões tradicionais  que você pagaria em outro mercado.

Sobre a Alavancagem Forex: A alavancagem disponível nos mercados FX é uma das mais altas que traders e investidores podem encontrar em qualquer lugar. Alavancagem é um empréstimo concedido a um investidor por seu corretor. Com este empréstimo, os investidores podem aumentar o tamanho do seu negócio, o que pode se traduzir em maior lucratividade. Uma palavra de cautela, porém: as perdas também são amplificadas. Algumas principais conclusões desse gigantesco mercado é que o o mercado de câmbio é um mercado de balcão (OTC) que determina a taxa de câmbio para moedas globais. É, de longe, o maior mercado financeiro do mundo e é composto por uma rede global de centros financeiros que realizam transações 24 horas por dia, fechando apenas nos finais de semana. As moedas são sempre negociadas em pares, de modo que o "valor" de uma das moedas desse par é relativo ao valor da outra.

Mercado de Câmbio Afeta a Economia de um País

Os mercados de câmbio apresentam riscos distintos de perdas financeiras e contágio. As instituições que detêm uma determinada moeda perdem poder de compra quando suas taxas de câmbio se deterioram. No entanto, à medida que a moeda nacional se fortalece, as corporações multinacionais sofrem quedas nas vendas porque seus produtos se tornam mais caros no exterior. Os mercados de câmbio oferecem derivativos de moeda para proteção contra riscos. Os derivativos de moeda, como futuros, a termo e opções, estabelecem taxas de câmbio predeterminadas em períodos de tempo definidos. Futuros e opções são negociados nas principais bolsas do mundo. 

O câmbio estrangeiro identifica o processo de conversão de moeda nacional em notas internacionais a taxas de câmbio específicas. Essas transações apresentam ramificações distintas para a economia global. As taxas de câmbio afetam o comércio internacional, os fluxos de capital e o sentimento político de um país. As taxas de câmbio descrevem as avaliações da moeda nacional, que descrevem a posição econômica e política de sua nação de origem. Taxas de câmbio baixas podem sinalizar recessão e instabilidade política. Alternativamente, taxas de câmbio fortes muitas vezes servem como um indicador de condições comerciais favoráveis ​​para um determinado país. 

As taxas de câmbio influenciam os fluxos de capital ou fundos de investimento que entram e saem de um país. Nações com valores monetários em rápida deterioração são menos atraentes para investidores estrangeiros. Nesse ponto, os estrangeiros liquidam suas ações, títulos e imóveis, porque esses ativos estão perdendo poder de compra em relação aos investimentos concorrentes em outras moedas e países. Os poupadores internacionais preferem comprar investimentos em países que apresentam taxas de câmbio estáveis ​​e em valorização.

Postar um comentário

0 Comentários